4 de Setembro de 2009

Fim deste...recomeço de outro


Olá amigos/as. Como tudo tem um principio, meio e fim, este meu blog teve um fim. Não um fim para encerrar, mas sim um fim de postagens. Tenho outro, é recente e parecido com este.

Quem me quiser continuar a "seguir" e a ter notícias minhas, podem-me adicionar: http://desabafosdumavida.blogspot.com/


Fico à vossa espera.

Beijinhos de saudades!

23 de Março de 2008

Feliz Páscoa!

Olá amiguinhos! Tenho andando ausente por motivos pessoais, mas no post seguinte, conto-vos o porquê desta minha ausência. Agora estamos na quaresma e não quero escrever coisas mais tristes.


Venho desejar-vos uma Santa Páscoa e, não comam muitas amêndoas...olhem os diabetes hehehe! Beijocas e comam antes os ovinhos de chocolate hehe!


24 de Fevereiro de 2008

Beija-me, Beija-me!

O 1º Ministro português José Sócrates fazia um discurso:

- Portuguesas e Portugueses, aproximam-se tempos difíceis. É preciso poupar mais e gastar menos.
- Beija-me, beija-me - grita uma mulher no meio da multidão.
-Temos que cumprir a meta do défice.
- Beija-me, beija-me - grita a mulher.
- É preciso
aumentar os impostos, é preciso trabalhar mais horas.
- Beija-me, beija-me - grita mais uma vez a mulher.
- Os próximos anos vão ser anos difíceis.
- Beija-me, beija-me.
Um homem que estava ao lado da mulher, intrigado, pergunta:
- Então de cada vez que o 1º Ministro fala a sra. grita beija-me, beija-me, porquê?
- É que eu gosto que me beijem enquanto me f......!!!


16 de Fevereiro de 2008

O pássaro azul

Um passarinho me contou...
Um passarinho azul.... passou por aqui e me falou de um alguém sempre tão presente,
para o qual a distância nada quer dizer.
Falou-me de alguém para quem meu sorriso é item imprescindível na cesta básica de sua alegria.
Alguém que divide comigo o pranto das horas difíceis, a felicidade da descoberta, as horas de insônia, as aflições, os problemas.
Mas também as conquistas, as vitórias, as gargalhadas.

O passarinho falou-me de alguém muito especial, que sonha meus sonhos, e dá vida às minhas certezas...
Sempre o primeiro a chegar, sempre o último a sair. Alguém para emprestar um pouco de brilho ao meu dia e uma brisa suave ao meu verão.

Falou de alguém que me completa, me enriquece, me escuta, me reanima e para o qual vai sempre meu melhor desejo, pensamento, sorriso...
O pássaro disse que a esse alguém eu chamo de ... AMIGO!!!

E ele continuou...
Mas estarei sempre por perto!!!
♥Posso até não te dizer:
*bom-dia...
*boa-tarde...
*boa-noite...

Mas nunca te direi ADEUS!!!
Sabes porquê???

Porque os verdadeiros amigos nunca se esquecem...

E vocês estarão sempre no meu coração!!!


6 de Fevereiro de 2008

Onde está o Apoio?

Assistência a vítimas
Hospital cobra 152 euros em casos de violência doméstica

O homem com quem um dia casou e do qual se está a divorciar surpreendeu-a na rua, mesmo ao chegar a casa, com um amigo. Deu-lhe "uma cabeçada" tão forte que ela perdeu o equilíbrio, ficou "estendida no chão". Deslocou-se de imediato para a Urgência hospitalar mais próxima. O médico observou-a, deu-lhe um calmante, desinfectou-lhe a ferida, encaminhou-a para um guiché. O funcionário registou a ocorrência e ela pegou na carteira. "Disse-me para não pagar já, que me mandariam a factura para casa".

Maria esperava pagar "uns 11 euros" pela urgência de 17 de Novembro. Em Dezembro, era notificada pelo Hospital de São Marcos (Braga) para pagar 8,70 euros de taxa moderadora. Ao mesmo tempo, no mesmo subscrito, recebia uma nota de débito de 143,50 euros para liquidar no prazo de 30 dias, após os quais venceriam juros à taxa legal. Como? Podia o Estado cobrar-lhe 152 euros? "Fala-se muito de violência doméstica, mas há detalhes que as pessoas não valorizam e que são importantes", indica a escriturária de 43 anos. Nem era a taxa moderadora que a intrigava: desconhecia o Decreto-Lei n.º 201/2007 que isenta as vítimas de violência doméstica. Era a nota de débito que Manuela Silva, chefe de secção do serviço de facturação, afiançava também ser da sua responsabilidade: pode pagar e entregar os recibos "ao advogado por si constituído ou apresentá-las no tribunal para juntar ao processo, para que, aquando da sentença judicial, sejam pagas pela pessoa que vier a ser responsabilizada".
Qualquer coisa ali parecia não bater certo com a apregoada vontade governamental de facilitar o acesso das vítimas de violência doméstica aos cuidados de saúde. E se já não quisesse apresentar queixa, como tantas vezes acontece com quem sofre este tipo de crime? E se, indo em frente como é sua vontade, não conseguir fazer prova da agressão que sofreu na rua? Tem de pagar a taxa e a consulta?

"A pessoa tem que provar"

"Cumpriu-se a lei em vigor", afirma Adelaide Alves. A administradora não desconhece o diploma, publicado em Maio do ano passado, a isentar as vítimas de violência doméstica da taxa moderadora. Vinca que "a pessoa tem de provar que foi vítima de agressão doméstica".

O hospital queria uma prova? O marido entrou nas urgências pouco depois de Maria - talvez por força do ataque de nervos. E os médicos até tiveram o cuidado de a reter mais um pouco no consultório para que ela não se cruzasse com ele no corredor da Urgência. A equipa tinha uma percepção clara do que tinha em mãos. Não bastava?

Noutros hospitais bastaria, no Hospital de São Marcos não. O diploma que elenca os grupos isentos estabelece que a prova dos factos se faz através de "documento emitido pelo serviço oficial competente", cita Adelaide Alves. O legislador não menciona nenhuma regra especial para vítimas de violência doméstica. O São Marcos é tão escrupuloso que, segundo Adelaide Alves, nem sequer isenta de taxa moderadora uma grávida de sete meses, a menos que ela tenha um documento médico a atestar a gestação.

Teia burocrática
Que documento teria, afinal, de ter Maria? A administração ainda não sabe, mas o serviço de facturação já assumiu que é imperioso haver uma sentença judicial. Quer isto dizer que a vítima só é vítima perante o hospital se o agressor for acusado, julgado e condenado.

E aqueles 143,50 euros? Correspondem ao preço de uma consulta num hospital central. Por lei, como há um terceiro responsável, o Serviço Nacional de Saúde (SNS) pode facturar agressões. Quer isto dizer que o hospital pode constituir-se parte civil no processo penal para forçar o agressor a pagar a conta da consulta. Alguns hospitais, como o São Marcos, remetem uma espécie de pré-factura para a vítima.

E se Maria inventasse que deu um encontrão num armário ou caiu numa escada? "Se não há terceiros envolvidos, a consulta é debitada ao SNS", responde Alves. Isto não inibir uma vítima carenciada de se queixar?

Maria estranha tantos entraves. Não só no hospital. "Só para dar entrada do processo-crime são quase 200 euros" - em bom rigor, 192 euros de taxa de constituição de assistência paga quem não beneficia de apoio judiciário. Como fazer face a estas despesas com um salário de 700 euros e dois filhos (uma rapariga de 12, um rapaz de 18) para criar? O pai deles "só dá 200 euros por mês".

O advogado João Gayo recomendou-lhe calma - tinha seis meses para apresentar queixa, tempo suficiente para requerer apoio judiciário. Maria esperou, sem deixar de se gastar com preocupação. Puxou uns cordéis para acelerar o processo. No início de Janeiro recebeu o OK da Segurança Social. O advogado tratou de tudo, até meteu as facturas do hospital no processo. Maria já foi notificada - dia 26 de Fevereiro desloca-se ao Ministério Público para as primeiras declarações -; o marido também há-de ter sido...

In Público

Em portugal. os agressores é que acabam sempre por ficar impunes e as vitimas de violência doméstica, com medo e sem os apoios que o nosso governo diz, que nos dá. E as vitimas que conseguem ter coragem para sair de casa com os filhos e simplesmente só com roupa no corpo e começar uma vida do zero, longe de tudo ,da familia dos amigos. e ficar escondida algures no pais para não ser encontrada pelo agreessor. Onde está o apoio o tão falado apoio ás vitimas, na maioria mulheres ? Não está...porque os agressores podem ser presos durante um tempo e depois? Vêm cá para fora e voltam a fazer o mesmo. É muito injusto o nosso governo dizer que apoia as vitimas. onde está esse apoio ? Continua a haver muita injustiça no nosso país.

Chega de VIOLÊNCIA DOMÉSTICA, tanto da parte dos homens como das mulheres!
Liguem para a APAV (Associação Portuguesa de Apoio à Vítima)- 707 20 00 77
.



25 de Janeiro de 2008

Porquê esta ausênhcia...

Olá amiguinhos! Tenho visto através de alguns comentários, que sentiram a minha ausência. Quero agradecer-vos por isso. Entrei o ano com uma grande gripe...estive à lareira e à meia noite fui para a rua! Na situação em que estou, é horrivel ter uma gripe, aliás é mau para todos, mas no meu caso é pior, visto eu não conseguir tossir e libertar a expectoração. Tive de ir ás Urgências fazer Aerosol, fiz antibiotico durante 8 dias e tomei umas cápsulas efervescente devido à febre e ás dores de cabeça. Os meus pais, durante a noite, tinham de me apertarem o peito para a expectoração subir...dói muito. Ainda não estou a 100%, pois tenho alguma expectoração, mas já consigo libertá-la. Tenho tido muitas saudades vossas, pois nunca me esqueço de vocês. Espero que tenham entrado bem neste novo ano e que consigam realizar todos os vossos objectivos, mas acima de tudo...Sejam felizes!
Espero começar a ser mais assidua. :)



O vosso carinho ameniza minha dor,
As vossas palavras são notas musicais,
Tocando suavemente no meu coração,
A vossa presença, é a luz do sol aquecendo a minha alma,
A vossa amizade, um presente valioso,
Uma planta rara que cultivo com muito carinho,
Obrigada, por fazerem parte de minha vida,
Adoro-vos!

27 de Dezembro de 2007

Feliz 2008!!!

Apoderou-se...
Acordei assim,
E assim tenho acordado e andando,
Não sei o que tenho,
Apetece-me chorar,
Apetece-me gritar,
Apetece-me desaparecer…
O que se passará dentro de mim?
Não sei explicar
Meu peito dói-me
Sinto um vazio, uma angústia
Uma tristeza…Porquê?
Este vazio que me faz sofrer
Esta tristeza que me enlouquece…
Preciso de alguém,
Um ombro, uma mão, um braço,
Será que pode ser a tua?
Será que pode ser o teu?
Estou cinzenta como o tempo,
Que não me ilumina…sinto-me no escuro,
Onde não existe ninguém,
Uma nostalgia irradiante,
Nada me faz sorrir,
Tudo ao meu redor é melancólico.
Apetece-me fechar os olhos
E sonhar…
Sonhar que tudo não passa de uma ilusão,
Que tenho dentro do coração.
Mas, não vale a pena…
Acordo e, encontro tudo na mesma.
Há que viver com esta amargura
Há que sofrer…e melhores tempos virão.
Mas, não mereço,
Tanto sofrimento dentro de mim,
As lágrimas correm-me pelo rosto,
Sinto o coração apertado,
Meu peito quase que rebenta,
Tanta angústia, tanta mágoa,
Que se apoderaram cá dentro...
E é mais forte que eu.

Enfim,
Nasci para sofrer
E assim hei-de continuar
Vivendo dia após dia
Até o meu dia chegar!
By Mónica Silva



Mas, como o novo ano está a chegar, pode ser que me traga coisas boas...como desejo a vocês.

Desejo-vos um 2008 Fantástico, repleto de saúde, carinho, paz, amor!


17 de Dezembro de 2007

Feliz Natal

Feliz Natal...
Para vocês, Amigos,
Que fizeram do sol seu guia,
De cada manhã um lindo dia
De cada noite uma canção!
Feliz Natal...
Para vocês, que fizeram da Estrela D`alva
Seus caminhos:
Deram comida aos passarinhos
E repartiram com o homem seu pão!
Feliz Natal...
Para vocês, que tiveram um gesto amigo:
Um papo, um alento e deram abrigo
E estenderam suas mãos!
Feliz Natal...
Pra vocês, que fizeram da dor a esperança;
Que fizeram sorrir uma criança
E que amaram de coração!
Feliz Natal...
Para vocês, que viveram a pobreza a fundo
Nas manjedouras do mundo
E não deixaram o tempo ir em vão!
Feliz Natal...
Para vocês, que são amigos, e pra vocês,
que ao inimigo presentearam com
Seu perdão!
Para vocês, Amigos que sentem,

que me têm ajudado, apoiado...
desejo-vos:

Um Santo e Feliz Natal, com tudo o que desejarem!








10 de Dezembro de 2007

Pensamento

"Ao despertar para mais um dia, eleve o pensamento aos céus.
Alcance, pelo pensamento, as altas paragens onde reina a harmonia... E já não ouvirá os sons estridentes da Terra, mas as melodias suaves dos Anjos, dos Arcanjos, dos Serafins, que são mais delicadas que as brisas da manhã quando brincam na folhagem dos bosques...
Eleve a alma ao Criador e sinta o perfume das flores celestes cultivadas nos mundos sublimes.
Busque a paz interior e, só então, levante-se para ter um bom dia..."


Adorei este pensamento e, dedico a todos vós!


3 de Dezembro de 2007

Dia Internacional das Pessoas com Deficiência

Dia Internacional das Pessoas com Deficiência

As Nações Unidas, declararam o dia 3 de Dezembro, Dia Internacional das Pessoas com Deficiência, através da sua Resolução 1993/29 de 5 de Março de 1993, apelando aos Estados membros para realçarem o cumprimento do dia 3 de Dezembro: “com o objectivo de alcançar a plena e igual fruição dos direitos humanos e participação na sociedade das Pessoas com Deficiência.”
Em todo o mundo, as nossas organizações têm aproveitado, de forma muito efectiva, esta data para promover a nossa organização e os direitos das pessoas com deficiência a todos os níveis – local, regional e internacional.

As Nações Unidas acordaram que o dia 3 de Dezembro deste ano devia centrar-se na Voz das Pessoas com Deficiência.
Assim vamos trabalhar em conjunto para:

• Demonstrar como são de facto as nossas vidas
• Promover os nossos Direitos Humanos
• Celebrar a nossa experiência e conhecimento
• Assegurar que a nossa voz seja bem audível

A Nossa Própria Voz
Recordem aos governos, legisladores, autoridades estatais, agências de desenvolvimento, etc., que devem assegurar sempre que as questões da deficiência sejam discutidas em conjunto connosco e com as nossas organizações – tal como estipula a Regra 18 das Regras Gerais sobre a Igualdade de Oportunidades para as Pessoas com Deficiência, as quais todos os governos subscreveram. Nós somos os peritos em direitos da deficiência e não os médicos nem os académicos nem os peritos das correntes de direitos humanos em geral nem os fornecedores de serviços ou beneficência. Sabemos, pela nossa própria experiência, a forma como os nossos direitos humanos têm sido violados e como podem ser protegidos. Só nós podemos representar as pessoas com deficiência. Deixarem-nos fora das discussões seria o mesmo que não permitir a uma mulher pronunciar-se sobre os seus direitos ou a pessoas de raças diferentes sobre os seus. Não nos permitir desempenhar o nosso próprio papel no processo democrático é em si mesmo uma violação dos nossos direitos.

LEMBREM-SE!
Ninguém pode mudar muito por si mesmo.
Mas ficando juntos em organizações e apresentando-nos como membros fortes e que contribuímos para as nossas comunidades, com necessidades e capacidades e – acima de tudo – direitos, nós, as pessoas com deficiência, podemos influenciar as sociedades em que vivemos.

O que fazer:

• Conseguir através de telefone a participação em fóruns de discussão a serem transmitidos nas rádios locais de forma a encorajar o debate sobre a inclusão da voz das de pessoas com deficiência.
• Realizar peças de teatro de rua com actores com deficiência, ilustrando os direitos das pessoas com deficiência.
• Realizar eventos musicais com artistas com deficiência.
• Realizar exposições ou eventos de arte integrados sobre questões da deficiência – envolvendo escolas e dando também voz às crianças com deficiência.
• Conseguir aparecer na televisão ou em programas de rádio no dia 3 de Dezembro.
• Efectuar palestras em locais de culto ou igrejas.
• Realizar manifestações ou vigílias junto aos gabinetes dos legisladores que não ouçam as pessoas com deficiência ou aonde estas não possam ir.
• Realizar palestras em locais públicos – As Pessoas com Deficiência dando testemunho das suas experiências.
• Que as crianças com deficiência falem nas escolas ou nas suas turmas sobre as suas experiências.
• Convidar personalidades para um evento ou concerto e fazer com que este seja iniciado por uma personalidade com deficiência reconhecida (o presidente da sua organização ou um activista conhecido) para ilustrar a igualdade.
• Realizar um evento comemorativo ou uma marcha com cartazes declarando “A NOSSA PRÓPRIA VOZ”, seja por si próprio ou em conjunto com outros grupos de direitos humanos (tais como de mulheres ou indígenas).
• Seguir um político durante um dia.
• Cobrir um veículo com bandeiras e posters e percorrer a sua comunidade ou estacionar num local frequentado. Usar um microfone ou megafone para contar a nossa história.

As marchas ou concentrações não atraem a comunicação social a menos que sejam de grande envergadura, que haja intervenção policial ou tenha um tema visual invulgar (por exemplo, uma organização de pessoas com deficiência levando um féretro coberto com uma facha a dizer “Os Nossos Direitos”, e à qual assista alguém importante. Todas as acções devem ser planificadas cuidadosamente para que atraiam os meios de comunicação e aumentem a possibilidade de cobertura. Se já tem relação com os meios locais ou nacionais é mais provável que estes façam a cobertura.

A NOSSA EXPERIÊNCIA...
PORQUE SABEMOS DEVEMOS ACTUAR...
BASE DE DADOS:

Em 1 de Outubro de 2003, a base de dados da Acção de Consciencialização sobre a Deficiência continha 2.077 casos de abusos que afectam aproximadamente dois milhões e meio de pessoas com deficiência, uma evidência clara da sistemática infracção da Declaração Universal dos Direitos Humanos.

10% dos casos viola o direito à vida:
- Através da falta de cuidado ou de maltratos deliberados por parte daqueles que fornecem assistência pessoal
- Como resultado de ataques ou homicídios perpetrados por criminosos comuns
- Mediante as chamadas “mortes piedosas” por parte das famílias
- Superstição: golpeou-se uma mulher com epilepsia até à morte durante um exorcismo
- Terrorismo: foram assassinados 700 pacientes num hospital psiquiátrico no Ruanda assim como um grande número de surdos
- O estigma tem levado muitas pessoas com deficiência ao suicídio ou a que os pais matem os seus filhos
- A negligência médica ou os juízos negativos sobre a qualidade de vida das pessoas com deficiência tem levado a que grande quantidade delas morra sem tratamento
- Muitos veredictos legais apoiam a morte das pessoas com deficiência, seja mediante leis de eutanásia, regulamentos ou juízos sobre a qualidade de vida que conduzem à suspensão do tratamento

25% dos casos correspondem a tratamentos degradantes e desumanos como:
- Crianças e adultos que permanecem atados todo o dia ou encerrados em jaulas, cercas ou caixões
- Abuso sexual por parte do pessoal de instituições, professores ou familiares
- Castigos por incontinência ou vómitos: ralhos, gritos ou ridicularizações em público
- Alimentação forçada ou amordaçar as pessoas com algodão ou outros objectos
- Banhos com água muito quente ou muito fria
- Mal nutrição ou privação de alimentos, agressões, ou atirar as pessoas ao chão

Também sabemos que:
• Só 2% das crianças com deficiência dos países em desenvolvimento recebem algum tipo de educação ou de reabilitação
• A maioria dos edifícios públicos e dos sistemas de transporte do mundo são inacessíveis para a maioria das pessoas com deficiência
• As pessoas com deficiência em idade laboral dos países desenvolvidos ou em vias de desenvolvimento têm três vezes mais possibilidades de estar desempregadas e viver uma pobreza real: as pessoas com deficiência são as mais pobres dos pobres.

As nossas acções
É preciso agir

Esta evidência mostra que as Pessoas com Deficiência enfrentam uma discriminação institucional e sistemática em cada país do mundo. Em geral não é cumprida a legislação de não discriminação; as ciências genéticas e outras questões biomédicas contribuem para o estigma sobre a nossa qualidade de vida


AS PESSOAS COM DEFICIÊNCIA TÊM A EVIDÊNCIA – DEVEMOS USÁ-LA

DEVEMOS AGIR para assegurar que contenha o que queremos, o que realmente fará uma grande diferença nas nossas vidas e que se altere a forma como somos olhados enquanto seres humanos.

Pontos para recordar
Esta Convenção é para os Direitos de todas as Pessoas com Deficiência:
• Uma Convenção deve abarcar um amplo programa – não pode ser precisa sobre a forma como mudar a situação na sua própria aldeia ou cidade mas afirma que você, enquanto pessoa com deficiência, espera que o seu país assegure os seus direitos. Deve ser semelhante a todos os outros instrumentos de Direitos Humanos das Nações Unidas no que respeita aos direitos e liberdades fundamentais básicos correspondentes a todos os seres humanos.


A Nossa Convenção - A Deficiência é uma matéria de Direitos Humanos

Alguns pontos para discussões...Os direitos:
• Direito à vida e ao desenvolvimento
• Direito a ser diferente e à diversidade, incluindo temas de bioética
• Direito à autodeterminação e a definir-se a si próprio como ser humano – este direito deve incluir protecção contra a coerção e institucionalização
• Direitos para pessoas que não se possam representar a si mesmas
• Direito à informação e reconhecimento da igualdade para diferentes formas de comunicação e de linguagens
• Direito à plena participação e cidadania nas nossas comunidades
• Direito à integridade física e psicológica
• Direito à dignidade, tolerância e inclusão
• Direito à justiça e protecção para todos estes direitos

Outros instrumentos de Direitos Humanos:
• Declaração Universal dos Direitos do Homem (1948)
• Pacto Internacional dos Direitos Civis e Políticos (1966)
• Pacto Internacional dos Direitos Económicos, Sociais e Culturais (1966)
• Convenção sobre a eliminação de todas as formas de discriminação racial (1965)
• Convenção sobre a eliminação de todas as formas de discriminação contra a mulher (1979)
• Convenção contra a Tortura e outros tratamentos ou penas cruéis, desumanos ou degradantes (1984)
• Convenção sobre os Direitos da Criança (1989)

Bengt Lindquist, ex-Relator Especial dos Direitos da Deficiência disse: “a Deficiência é uma questão de direitos humanos. Enquanto for negada às pessoas com deficiência a oportunidade de participar na sociedade, ninguém poderá alegar que foram cumpridos os objectivos da Declaração Universal dos Direitos do Homem.”

“O bem estar do ser humano reside na prosperidade económica, e na igual participação social e política de todos. O desenvolvimento sustenta-se na expansão das opções que as pessoas têm
– ter vidas valiosas.”

Retirado do site: APD

23 de Novembro de 2007

Porquê esta decisão...?

Automutilação e suicídio colectivo são temas que agitam hoje (21-11-2007) o concelho de Aveiro. PSP evitou o pior num grupo de adolescentes, mas nos 100 mil sites sobre o assunto, e numa rápida pesquisa, é possível encontrar conteúdos que incentivam a pactos de morte. Suicídio é a segunda causa de morte na faixa etária entre os 15 e 24anos de idade em Portugal

Um grupo de jovens, que se reunia em comunidades no Orkut, um site da Internet, estava a preparar um suicídio colectivo. A intervenção da PSP de Aveiro impediu o pior, mas as comunidades online continuam repletas de conversas sobre suicídio e automutilação.

Basta uma rápida procura no Orkut para encontrar comunidades que ensinam como deve uma pessoa ferir-se e que tipo de reacção deve esperar. Dois dias depois de Marilyn Manson ter actuado em Lisboa, há uma música do cantor norte-americano «Mutilation is the Most Sincere Form of Flattery» como mote para uma conversa sobre auto-mutilação.

A polícia desconhece ainda o número de adolescentes envolvidos neste caso, apesar de a maioria frequentar a Escola Básica de Vale de Cambra, uma vez que este grupo, que se reunia em comunidades no Orkut, estará espalhada pelo país.

Em chat e salas de conversação, algumas delas destinadas exclusivamente a incentivar à automutilação, os jovens trocavam mensagens e um deles terá mesmo chegado a ferir-se com um x-acto.

Foi a mãe de uma amiga que deu conta destas conversas on-line e avisou um agente da PSP que acabou por chegar a este grupo de menores, sinalizando este jovem de 14 anos e avisando a Comissão de Protecção de Crianças e Jovens em Risco.

O suicídio na Internet é um dos temas que mais recentemente tem sido estudado por especialistas em saúde mental, acreditando-se que a rede pode ajudar a quem está em sofrimento: «Desabafam à vontade e acabam por falar de assuntos que os pais nem imaginam», conta o psicológo Pedro Frazão.

Mas encontrar online alguém com quem é possível conversar, partilhar dúvidas e até identificar-se com essas pessoas que sofrem da mesma patologia depressiva, pode ser perigoso, explica o psicológo que tem dedicado muito do seu tempo ao estudo do suicídio na adolescência.

Numa rápida pesquisa pelo Google, é possível encontrar histórias de depressão e até criar, com facilidade, pactos de morte. Recentemente, um jovem filmou o seu próprio suicídio e transmitiu-o em directo online.

As ligações estabelecidas por estes jovens não são ainda muito claras, mas o Público afirma que este adolescente de Vale de Cambra terá confidenciado a uma amiga virtual de Vila Nova de Gaia que se sentia deprimido e que estaria a pensar suicidar-se, juntamente com um outro jovem.

Artigo retirado hoje no site "Portugal Diário"

Será que estes pais dão a devida atenção aos seus filhos?
O que será que se passa na cabeça destes adolescentes, para se quererem automutilar?
Será só a Internet...ou também o que vêm no dia a dia, como por exemplo na televisão?

Vejo-me com e sem respostas... Pois é uma fase da nossa vida que é para ser "curtida" e uma das melhores!
Se pensarmos na auto-mutilação como um acometimento necessário para se apaziguar um tormento psíquico, aí fica mais difícil de se compreender, porém não impossível.
O sujeito, em situação penosa de extrema angústia, se mutila. E, após a auto-mutilação, obtém um certo alívio da angústia que o afligia, como pensar que é obeso, feio, odiado por todos... Devemos considerar as diferenças entre as dores da alma e as dores do corpo. Parece haver sempre no nosso organismo a necessidade de uma justificativa concreta e material para os nossos sofrimentos. Como se já não bastassem os sofrimentos concretos, tudo o que padece nosso corpo, ainda padecemos de abstrações, de conjecturas. Como se não bastasse o sofrimento presente, ainda nos angustiamos com o que está longe e ausente, seja passado, futuro, ou toda e qualquer forma de preocupação e ansiedade.

Deixa a tua opinião!

Bom fim de semana!

18 de Novembro de 2007

Alteração ao Código do Trabalho, para 2008!

ALTERAÇÃO AO CÓDIGO DO TRABALHO

1. INDUMENTÁRIA:
O Informamos que o funcionário deverá trabalhar vestido de acordo com o seu Salário.
Se o virmos calçado com uns ténis Adidas de 100EUR ou com uma bolsa Gucci de 150EUR, presumiremos que está muito bem de finanças e portanto, não precisa de aumento.
Se ele se vestir de forma pobre, será um sinal de que precisa aprender a controlar melhor o seu dinheiro para que possa comprar roupas melhores e portanto, não precisa de aumento.
E se ele se vestir no meio-termo, estará perfeito e portanto, não precisa de aumento.

2.AUSÊNCIA DEVIDO A DOENÇA:
Não vamos mais aceitar uma declaração do médico como prova de doença.
Se o funcionário tem condições para ir até ao consultório médico também tem para vir trabalhar.

3. CIRURGIA:
As cirurgias são proibidas.
Enquanto o funcionário trabalhar nesta empresa, precisará de todos os seus órgãos, portanto, não deve pensar em tirar nada. Nós contratámo-lo inteiro. Remover algo constitui quebra de contrato.

4. AUSÊNCIAS DEVIDO A MOTIVOS PESSOAIS:
Cada funcionário receberá 104 dias para assuntos pessoais, em cada ano. Chamam-se Sábados e Domingos.

5. FÉRIAS:
Todos os funcionários têm direito a gozar ainda mais 12 dias de férias nos seguintes dias de cada ano:
- 1 de Janeiro,
- Dia de Páscoa
- 25 de Abril,
- 1 de Maio,
- 10 de Junho,
- 15 de Agosto,
- 5 de Outubro,
- 1 de Novembro,
- 1 de Dezembro.
- 8 de Dezembro.
- 25 de Dezembro.

6. AUSÊNCIA DEVIDO AO FALECIMENTO DE ENTE QUERIDO:
Esta não é uma justificação para perder um dia de trabalho. Não há nada que se possa fazer pelos amigos, parentes ou colegas de trabalho falecidos. Todo o esforço deverá ser empenhado para que os não-funcionários cuidem dos detalhes. Nos casos raros, onde o envolvimento do funcionário é necessário, o enterro deverá ser marcado para o final da tarde. Teremos prazer em permitir que o funcionário trabalhe durante o horário do almoço e, daí sair uma hora mais cedo, desde que o seu trabalho esteja em dia.

7. AUSÊNCIA DEVIDO À SUA PRÓPRIA MORTE:
Isto será aceite como desculpa. Entretanto, exigimos pelo menos 15 dias de aviso prévio, visto que cabe ao funcionário treinar o seu substituto.

8. O USO DOS LAVABOS:
Os funcionários estão a passar tempo demais na casa de banho. No futuro, seguiremos o sistema de ordem alfabética. Por exemplo, todos os funcionários cujos nomes começam com a letra 'A' irão entre as 9:00 e 9:20, aqueles com a letra 'B' entre 9:20 e 9:40, etc. Se não puder ir na hora designada, será preciso esperar a sua vez, no dia seguinte.
Em caso de emergência, os funcionários poderão trocar o seu horário com um colega. Ambos os chefes dos funcionários deverão aprovar essa troca, por escrito.
Adicionalmente, agora há um limite estritamente máximo de 3 minutos na sanita. Acabando esses 3 minutos, um alarme tocará, o rolo de papel higiénico será recolhido, a porta da sanita abrir-se-á e uma foto será tirada. Se for repetente, a foto será afixada no quadro de avisos e Intranet do Serviço com o título infractor Crónico.

9. A HORA DO ALMOÇO:
Os magros têm 30 minutos para o almoço, porque precisam comer mais para parecerem saudáveis. As pessoas de tamanho normal têm 15 minutos para comer uma refeição balanceada qu
e sustente o seu corpo mediano. Os gordos têm 5 minutos, porque é tudo que precisam para tomar uma salada e um moderador de apetite.

Muito obrigado pela sua fidelidade à nossa empresa. Estamos aqui para proporcionar uma experiência laboral positiva. Portanto, todas as dúvidas, comentários, preocupações, reclamações, frustrações, irritações, desagravos, insinuações, alegações, acusações, observações, consternações e quaisquer outras... ões' deverão ser dirigidas para outro lugar.

A Administração.


Depois digam que eu não avisei!!!

11 de Novembro de 2007

Selinhos para vós...

Olá amiguinhos!
Quero agradecer à minha amiga Fátima, do blog Boas energias, pelos 3 lindos selinhos que me ofereceu. Fico tão feliz com estes miminhos.
Este prémio, vou oferecer a 15 amigos, os quais mais gosto...desculpem os outros blogs, mas estes são muito especiais.

- A Papoila

- Bitu

- Bodega Cultural

- Collybry

- Elisabete Cunha

- Fallen Angel

- Grilices

- Kiki

- Lobitas

- Maria João

- Marina

- Matilde & Cª

- Osc@r Luiz

- Quintal do Tuga

- Tibeu




Vou quebrar um pouco as regras...! Vou oferecer mais estes dois selinhos, aos blogs que mencionei acima e a todos os blogs que me visitam, pois todos estes blogs merecem "O selo da Amizade" e muito mais!

Desejo-vos um óptimo Domingo e uma boa semana.

Beijocas a todos!!!

21 de Outubro de 2007

Obrigada

A querida amiga A Papoila e a minha querida amiga Elisabete Cunha tinham para mim, no seu blog, este mimo, o "Prémio Blog Visitante", que agradeço carinhosamente e que vou distribuir aos meus amigos mais presentes no meu blog:


Matilde & Cª; Bitu; Bodega Cultural; Collybry; Emilia; Encanto; Fallen Angel; Grilices; Kiki; Lobitas; Maria João; Marina; Osc@r Luiz; Quintal do Tuga; Tibeu.

Outro prémio que a minha querida amiga A Papoila, me atribuiu: Prémio Blog Solidario. Mais uma vez muito obrigada por te teres lembrado de mim e por me atribuires estes prémios (miminhos). Atribuo aos mesmos amigos que mencionei acima.



12 de Outubro de 2007

Com Força e Coragem!

Sou terra e fogo...
Sou ar e água...
Hoje ergo o cálice da liberdade...
E saúdo os guardiões da sabedoria...

Olho o horizonte e sigo...
Levo comigo toda a esperança...
E as memórias do passado...

Meu grito é livre...
E ecoa no ar...
E de pés descalço...
Eu bailo sozinha...

Contemplando a minha...
Liberdade...
Adeus solidão!!!


Li estas lindas palavras e pensei...está na hora de continuar a lutar, voltar a ter as minhas forças, voltar a ter o meu sorriso. E, cá estou, bem melhor e pronta para continuar em frente!
Obrigada amigos/as pelas vossas mensagens de apoio!
"A vida é bela, nós é que damos cabo dela!" Será?!

1 de Outubro de 2007

Sorte?!

Olá amiguinhos/as! Quero-vos agradecer todos os comentários de apoio que me têm enviado, pois bem preciso...acho que tenho de ir à bruxa lol. De algum tempo para cá, não sei o que é ter sorte ou simplesmente sentir-me um pouco feliz. Ultimamente pergunto-me muitas vezes: "Que mal fiz eu para carregar tanto sofrimento, dor, tristeza...?" Não consigo responder! Há 15 dias, como vocês já sabem, caí...mas graças a Deus só parti a cabeça. Ainda me dói no sitio da pancada, mas é normal. Eu pensei, depois deste susto tão grande que deixou mazelas e que não consigo esquecer tão rápido como queria, agora vou melhorar e voltar a ser como era...com um sorriso. Mas, não foi isso que aconteceu...foi o contrário, correm lágrimas no meu rosto. Tenho uma pequena ferida na Uretra, feita pela algália. Como não tenho sensibilidade, não sinto as dores. Mas, há uma maneira que se manifesta quando algo não está bem...tenho logo suores frios, arrepios e dores de cabeça. Tenho estada de cama desde 6ª feira à tardinha. No Sábado levantei-me um pouquinho para a minha mãe trocar os lençóis (torciam-se), mudar as toalhas...No Domingo nem me levantei, sempre a transpirar e com dores de cabeça horriveis
Enfim, tenho-me sentido muito em baixo!

Agora digam-me, tenho tido alguma sorte??

O
Miguel presenteou-me com o trevo da sorte, o qual agradeço a sua oferta generosa, que vem mesmo na altura certa e vamos continuar a corrente da sorte, oferecendo-vos um bolo da sorte chinês que basta quebrá-lo para saberem a vossa sorte ...!

Claro que todos nós precisamos que a nossa vida seja temperada de uma pitada de sorte, o quanto baste porque ela pode fazer muita diferença nas nossas vidas, e sinceramente acredito que sem sorte, não somos ninguém ...!


A única sorte que tenho tido ultimamente é ter amigos como vocês e uma família como a minha! Mas falta o principal...ficar bem de saúde e voltar a sorrir!

23 de Setembro de 2007

Triste Sábado

Oi! Fez ontém 8 dias que vim aqui ao meu cantinho, muito bem disposta que até coloquei uma anedota e, disse que iria voltar! Pois é, quando pensamos que as coisas já nos estão a correr melhor e que andamos mais felizes, há-de sempre acontecer alguma coisa... foi o que se passou comigo :(

Estive toda a tarde em casa e, por volta das 19h, fui para o restaurante com a minha mãe. Como a cadeira eléctrica estava a carregar, tive de ir na manual...o qual acontece várias vezes (ou melhor acontecia). O tempo foi passando e, graças a Deus o restaurante estava praticamente cheio. Por volta das 21h, deu-me um grande espasmo muscular, as pernas sairam do sitio (foram para trás), o tronco foi para a frente e.....caí de cabeça no chão. Ainda chamei o meu pai, mas para quem não sabe, os espasmos é uma fracção de segundos e quando ele chegou ao pé de mim, já estava cheia de sangue. HORRÍVEL. Meteram-me logo panos molhados na cabeça enquanto chamavam o 112. Não demorou nada a chegar (Obrigada). Entretanto o meu pai já tinha visto que tinha a cabeça partida e eles, meteram logo gelo e ligadura. Mas, como não tenho sensibilidade não sabiam se tinha alguma coisa partida. Meteram-me logo na ambulância e fui directamente para o Hospital de Vila Franca de Xira. Lá, esperei um bocadinho e chamaram-me logo. O médico limpou o corte mas, felizmente era superficial e ele pôs só o spray...deitou muito sangue pois apanhou um vaso sanguíneo. Fiz raio-x à cabeça mas estava tudo bem. No domingo é que estava pior...cara inchada, dores na cabeça e no local da pancada, dores no nariz... Ainda tenho dores, mas é normal. Tenho descansado e não tenho vindo quase tempo nenhum ao pc.


Horrível querer uma mão (a minha) para me aparar e não ter. Além do dia do acidente, foi a coisa mais difícil, dolorosa....que me aconteceu.
Foi uma queda desamparada, em seco...!
Mãe, pai, avós, manos, amigos, obrigada por tudo!





15 de Setembro de 2007

Viva a loira

Depois de uns momentos em baixo, volto com uma piada.
P.S.: Desculpem as loiras!
Conheço uma maneira de conseguir uns dias de folga - diz o empregado à sua colega loira.
- E como é que vai fazer isso? - diz a loira.
- Vou demonstrar - diz o empregado. Nisto, ele sobe pela viga, e pendurou-se de cabeça para baixo no tecto.
Nesse momento o chefe entrou, viu o empregado pendurado no tecto e perguntou:
- Que diabos você está fazendo aí? - Sou uma lâmpada - respondeu o empregado.- Hummm... Acho que você precisa de uns dias de folga. Vá pra Casa.
Ouvindo isto, o homem desceu da viga e dirigiu-se para a porta. A loira preparou-se imediatamente para sair também.
O chefe puxou-a pelo braço e perguntou-lhe: - Onde você pensa que vai?
- Eu vou pra Casa! Não consigo trabalhar às escuras...

7 de Setembro de 2007

Consigo

Olá amiguinhos! Mais uma vez, outra ausência...nem os blogues que mais gosto tenho comentado. Não tenho andado nada bem a nível psicológico. :(
Tenho andado muito em baixo, não tenho saído nem para tomar café...sem companhia de um/a amigo/a não nos sentimos bem (eu penso assim), talvez também esteja a contribuir para o facto de eu andar a atravessar uma fase menos boa. E claro, não são só estas coisas que me estão a deixar assim, há outras coisas mais que, não vale a pena estar aqui a mencionar.
Mas venho-vos dar uma notícia. Quem me quiser ver, vou aparecer Domingo dia 9 no Programa "Consigo" na RTP 2, pelas 11:15h a ser entrevistada. É uma campanha, das muitas que eles fazem. Acho que a minha é "Todos diferentes, todos iguais", mas estava para ser na da "Prevenção Rodoviária"...ou é uma ou outra eheh.
Se me quiserem ficar a conhecer melhor e verem mais ou menos o meu dia a dia, estão convidados! Se tiverem oportunidade, gostava que vissem e depois me dessem a vossa opinião.

Consigo- "Um magazine capaz de transmitir uma mensagem de solidariedade entre iguais!"
Beijocas a todos e prometo que vou melhorar em relação ao meu estado...espero!


31 de Agosto de 2007

Faz hoje 10 anos...

Há um certificado de garantia para Diana continuar a ser constantemente recordada ainda durante muitos anos, pelo menos mais 50. Ela é a mãe de um futuro rei de Inglaterra que só deve chegar ao trono dentro de algumas décadas.
A Princesa do Povo será evocada quando chegar a altura de William, actualmente com 25 anos, ser coroado. Se não for ele será Henry, mais conhecido por Harry e a caminho dos 23. E os dois filhos muito amados da princesa que nunca será rainha, têm uma promessa a cumprir. Quando do processo de divórcio de Carlos e Diana que se arrastou de 1993 a 1996, entre muitas discussões feitas pelos respectivos advogados esteve em causa o título de SAR – Sua Alteza Real –, que ela acabou por perder. Os filhos adolescentes e muito acarinhados pela mãe tomaram o seu partido. Um dia William disse mesmo a Diana: “Mãe não fiques com isso porque quando eu for rei volto a dar-te o título.”De tudo quanto se possa contar e já foi escrito sobre Diana Spencer há uma verdade incontestável: Ela era tão mulher possessiva como excelente e adorada mãe. Mesmo nas piores circunstâncias os filhos defenderam--na. Refira-se que quando a opinião publicada arrasou Diana por causa das denúncias feitas na biografia ‘A Verdadeira História’, escrita por Andrew Morton, o príncipe William, então adolescente, compensou-a com uma caixa de chocolates. Noutra ocasião, mãe e filhos foram ver o filme ‘Parque Jurássico’, de Spielberg, e perante um ataque de fotógrafos defendeu-os aos gritos como uma verdadeira leoa ao ponto das manchetes sem imagem a referirem como a “nova dinossauro”.William e Henry estiveram de férias com a mãe na última quinzena de Julho de 1997.
Nessa altura, era difícil para Diana arranjar ocupações divertidas para os filhos que se comparassem com o ambiente de aventura das florestas de Balmoral, na Escócia dos monstros. Ultrapassou-se passando o tempo com eles a andar de moto de água e arranjou-lhes um espectáculo único. Fechou só para amigos íntimos uma discoteca de Saint-Tropez e passou a noite a dançar.
Na madrugada do fatal acidente do Túnel de Alma, em Paris, quando o príncipe lhes deu a notícia da morte da mãe, William e Henry foram decisivos para que Carlos se impusesse à rainha Isabel II na exigência das máximas honras reais para Diana. Eles queriam simplesmente que o pai lhes fosse buscar a mãe e a trouxesse para casa. O príncipe Carlos obrigou a mãe a ordenar a utilização de aviões militares para ele ir directamente de Aberdeen até Paris buscar o corpo e foi a única pessoa da família real a vê-la morta.Toda a infância e adolescência de William e Henry foram marcadas pela mãe. Ela mudou a monarquia, conquistando-lhe uma visibilidade fundamental nos novos tempos, como politicamente muito bem entendeu o ex-primeiro-ministro Tony Blair ao proclamá-la Princesa do Povo, e os filhos estão aí para confirmar a sua vitória. Vai-se falar de Diana, no actual tom mediático, ainda durante mais de 50 anos.
TUDO EM ORDEM PARA SUFRÁGIO COM TRANSMISSÃO DIRECTA NA TV
Os filhos William e Henry são os protagonistas da cerimónia marcada para hoje às 11h00, com transmissão directa da BBC, na Guards Chapel, dentro das instalações do quartel Welligton Barracks, próximo do Palácio de Buckingham. A presença está reservada a convidados que não incluem as namoradas dos príncipes, Kate Middleton e Chelsy Davy.Pelo contrário o poder político está em força com os três mais recentes primeiros-ministros: O conservador John Major que anunciou a separação de Carlos e Diana em 1992, e os trabalhistas Tony Blair, que a proclamou Princesa do Povo no dia da morte, e Gordon Brown, actual chefe do executivo. O showbizz está representado por Sir Elton John, Lord Attenborough e Sir Cliff Richard.
NOTAS:
PRINCESA EM 29 DE JULHO DE 1981
O casamento com o príncipe herdeiro deu-lhe aos 20 anos o título de Sua Alteza Real que perdeu com o divórcio.
MÃE DE FUTURO REI A 21 DE JUNHO DE 1982
O nascimento do primeiro filho, William Arthur Philip Louis, meteu-a na sucessão dinástica mesmo sem nunca ser rainha.
SEGUNDO FILHO A 15 DE SETEMBRO DE 1984
Henry Charles Albert Davis irritou Carlos por ser rapaz e ruivo à Spencer, mas garante à mãe ficar na história da monarquia.
Volvidos 10 anos, a sua alma ainda não descansou e quem a ajudou a matar, ainda continua a facturar. É impressionante que a imprensa arranje todos os anos motivos e novas "ideias" da sua morte. Deixem-na descansar em paz, preocupem-se mais com outras coisas, como por exemplo, o nosso sistema de Saúde, que é uma vergonha! Desculpem o meu desabafo e a minha sinceridade.
Que a sua alma descanse em paz!
Para recordar...

22 de Agosto de 2007

O Homem Perfeito

O HOMEM PERFEITO

O homem perfeito é lindo
tem um pouco de mistério
é belo quando está rindo
é belo quando está sério.
* * *

O homem perfeito é bom
tem um jeito carinhoso
quando fala, em meigo tom
causa arrepio gostoso.
* * *
O homem perfeito é fino,
é solícito, é fiel,
tem a graça de um menino
e é mais doce que o mel.
* * *
O homem perfeito adora
dar flores, botões de rosa,
a uma velha senhora,
ou uma jovem formosa.
* * *
O homem perfeito
tem energia, não se cansa,
lava louça, cozinha bem,
gosta muito de criança.
* * *
O homem perfeito é
sensível à grande arte,
gosta de dança e ballet.
Nunca há-de magoar-te.
* * *
Para encerrar a preceito
estes versos que alinhei:
se existe um homem perfeito,
o filho da p*ta é "gay".

Grupo de Mulheres à procura do Homem perfeito!!!

Desculpem, Homens de Portugal...

13 de Agosto de 2007

BlogDay

Mais uma vez o meu blog mereceu um prémio. Quem me premeou foi a minha amiga Elisabete Cunha http://elisabetecunha.wordpress.com/, a qual agradeço imenso! Fiquei muito contente! Mais uma vez obrigada linda.
O prémio é: BlogDay 5 Estrelas



O dia 31 de Agosto foi escolhido para ser o dia do blog, este foi criado na convicção de que os bloggers deverão ter um dia dedicado ao conhecimento de novos blogs, de outros países ou áreas de interesse. Então para dar uma esquentada neste dia eu resolvi criar um prémio que consite em escolher os cinco blogs, 5 estrelas da blogoesfera, e no dia 31 de agosto de 2007 será a divulgação dos blogs escolhidos seguindo as regras abaixo.

Regras do prêmio blog 5 estrelas:

1. Podem participar na votação todos os bloggers que mantenham blogs ativos há mais de um mês [os outros esperem por outra ideia brilhante que alguém irá ter].

2. Cada blogger deverá referenciar cinco nomes de blogs. A cada menção corresponde um 1 voto.

3. Cada blogger só poderá votar uma vez, e deverá publicar as suas menções no seu blog [da forma que melhor desejar], enviando-as posteriormente para o seguinte e-mail: elzinhalinda@gmail.com. No e-mail, além da sua escolha, deverão indicar o link para o post onde postaram as nomeações. A data limite para a publicação e envio das votações é dia: 27/08/2007.

4. De forma a reduzir alguns constrangimentos [e desplantes], e evitar algumas cortesias desnecessárias, também são considerados votos nulos:
- Os votos dos blogger(s) em si próprio(s) ou no(s) blogue(s) em que participa(m);
- Os votos no blog Nada pra mim.

5. Cada blog que for indicado ou indicar, deve conter de onde veio a origem do concurso, ou seja deverão manter um link para este blog afim de que outras pessoas possam conhecer a idealizadora da idéia.

No dia 31.8.2007 serão anunciados os vencedores.
Os 5 Blogs que vou nomear são:

9 de Agosto de 2007

Um pouco ausente...novamente!

Olá a todos! Tenho andado ausente dos comentários e até mesmo do blog, visto passar muito tempo no Restaurante, pois estou de férias. Mas, prometo que quando começar a trabalhar, que é já para a semana, vou actualizar o meu blog e todos os comentários, visto que depois já não vou tanto para o restaurante...fico em casa. Também não tenho andado muito bem, tenho estado em baixo:(

Este último fim de semana, ou melhor do dia 03 ao dia 07, foram as festas da Nossa Senhora, na minha terra, onde vieram cá os Anjos, as Bombocas, os UHF, o José Cid, uma banda brasileira, DJ's, e onde me podia divertir com os meus amigos e distrair. Mas, nada disto aconteceu...só fui ver os Anjos com uma amiga muito kida (obrigada Susaninha) e tambem porque os conheço e ficámos com a malta do STAFF deles, para depois estar um pouco com eles. Como os meus pais estavam a trabalhar, não podiam vir comigo...resumindo não me fui distrair e muito menos me diverti com amigos. Eu não ia andar ali sozinha. Senti-me muito mal, triste, revoltada, enfim...não tenho palavras. Ainda me sinto triste e em baixo!


Porque será que quando estamos bem, ou seja, sem quaisquer limitações temos sempre colegas e amigos para tudo? Eu pergunto isto, pois já passei por isso antes do meu acidente...


Mas a vida é assim e tenho de vivê-la mesmo como ela é....sem exigir nada dela nem de ninguém! :((
Beijocas a todos e desculpem o meu desabafo!


4 de Agosto de 2007

IPO

O Instituto Português de Oncologia (IPO) estão a angariar filmes VHS ou DVDs para os doentes da unidade de transplantes que estão em isolamento: são crianças e adultos que precisam de um transplante de medula e de estar ocupados durante o tempo de internamento, explicou ao Portugal Diário a Enfermeira responsável pela unidade, Elsa Oliveira.

A falta de "stocks" torna necessária a ajuda da população: Precisamos de filmes para as pessoas mais desfavorecidas que não têm possibilidade de os trazer. Algumas crianças trazem os seus próprios filmes e brinquedos mas depois quando têm alta levam-nos, acrescenta.

O IPO aceita todos os géneros de filmes, mas a preferência vai para a comedia. Numa altura menos feliz das suas vidas, um sorriso vai fazer bem a quem passa dias inteiros numa cama de hospital. Rir é sempre um bom remédio.
As cassetes de vídeo ou DVD's antigos podem ser enviadas para:
Instituto Português de Oncologia de Francisco Gentil

A/C Srª Enf Elsa Oliveira

Rua Professor Lima Basto 1093 Lisboa CODEX

Ou então, informe-se pelo telefone: 21 726 67 85

Não custa nada ajudar e eles ficarão, certamente, muito contentes, o tempo passa mais depressa e estão com um sorriso encantador! Eles merecem tudo de bom e um pequeno gesto de cada um de nós para eles é muito.

26 de Julho de 2007

Dia dos Avós e meu!

Olá amiguinhos! Obrigada pelas vossas opiniões, comentários... Adorei!
Hoje é um dia muito especial para os nossos Avós, não fosse hoje o "Dia dos Avós". Mas, também é um dia muito especial para mim...faz hoje 26 anos que vim ao mundo. Hoje "caso" os meus anos eheh! Quero desejar tudo de bom a todos os avós, pois são os nossos segundos pais, eu considero assim. Tenho duas avós e um avô, pois o outro, infelizmente, já faleceu. Tenho muito orgulho pelos meus avós e agradeço tudo o que têm feito por mim. Adoro-vos avós! Muitos beijinhos para todos os avós mas, um especial para os meus.

Já agora...parabéns para mim eheheh!


22 de Julho de 2007

Decoração do Restaurante

Como o prometido é devido, deixo-vos aqui, umas fotos da decoração do Restaurante. Espero não vos estar a chatear com o tema do Restaurante...
Espero que gostem e espero a vossa opinião...sejam sinceros, pois com as vossas opiniões até me podem ajudar...estamos no começo!
Esta é a nossa fruteira, feita em verga. A parte de baixo é a dita fruta para enganar lol. A verdadeira está por cima, até ao abacaxi.

Panorama do Restaurante. Ao fundo está um azulejo pintado à mão com alguns campinos "a tocar" guitarra eléctrica, acordeão...e claro sempre bem acompanhados com o seu garrafão! No lado esquerdo do azulejo, temos o fato das festas, considerado o "Fato de Gala" e no lado direito, o fato tradicional do Ribatejo, o do Campino.

O arranjo que está ao pé do pão...acho original, até tem pão. Este pão nunca se estraga eheheh.

Esta é a mesa que os homens apreciam mais...nem sei por que será lololol. Eu também aprecio algum.

Nesta foto, do lado esquerdo é a cozinha, do lado direito é a parte do café. Ao fundo temos uma escada em caracol, pois em cima é o escritório. Não se vê muito bem, mas ao pé do plasma, de um lado e outro, temos vinhos mais velhos que eu...não são para vender. :) O meu mano foi apanhado na foto hehe. (Minds adivinha qual é este.)

Mais um arranjo feito com espigas, abóboras, etc. Está mesmo por cima da lareira, como se nota lol. As galinhas também estão a efeitar.

Aqui, dentro da lareira ou chaminé, como quiserem chamar, temos umas cavacas, com duas panelas ao lume... As panelas já estão a ficar mascarradas mas uma coisa que me faz confusão, as cavacas ainda não foram ardidas e muito menos há lume na chaminé eheheh. Típico Ribatejano.

Nesta foto, por cima da porta do WC, tem um Alfores ou Alvores (não sei bem como se escreve). Era onde os campinos levavam ao ombro, o farnel (pouco) e água. Este é de 1932.

Para terminar, pois já devem estar fartos/as de fotos, aparece esta cara feia mas, bem acompanhada, na minha opinião... Casal Garcia e Porta da Ravessa Branco. Foi só para a foto eheheh

Um Restaurante mesmo Típico do Ribatejo!